Gente atrapalhada, mas divertida. É disso que estamos falando em Assim É a Vida. Max tem uma empresa de eventos, tem que fazer um casamento acontecer com mil detalhes em um castelo do século 17, além de lidar com os caprichos do noivo nada gentil. Claro que as coisas não saem exatamente como o esperado e a sucessão de encrencas vai colocando o evento numa situação ainda mais arriscada.

Dos mesmos diretores do blockbuster Intocáveis e também de Samba, o filme tem personagens divertidos. O DJ na pele de Gilles Lellouche, também de O Acessório Final, é ótimo, e o próprio Max (Jean-Pierre Bacri) também tem presença na coordenação meio mambembe dos funcionários, que acabam se virando pra fazer acontecer a tal da festa. Gostoso de assistir, tem humor na medida certa do improvável e do engraçado.

 

Escrito por