Está chegando o fim de semana, hora de relaxar, curtir muito e aliviar o estresse com aquele filminho. Para isso, recomendamos quatro títulos incríveis, um para cada dia do fim de semana, e mais um extra para o feriado de segunda-feira:

 

  • Viveiro (Suspense, Ficção Científica) – Tom (Jesse Eisenberg) e Gemma (Imogen Poots), um jovem casal procurando por sua casa dos sonhos, de repente se veem presos em um misterioso bairro que acaba virando um labirinto de casas idênticas.

 

  • Normal (Documentário) – “Normal” é uma jornada visual perturbadora através das normas de gênero na sociedade contemporânea. Imersos em um mosaico caleidoscópico de cenas visualmente poderosas, os espectadores experimentam a performance ritualizada de feminilidade e masculinidade escondida em interações comuns, desde o nascimento até a idade adulta. Isolando os elementos levemente grotescos e misteriosos que cercam nossa vida cotidiana, “Normal” medita sobre o que permanece imperceptível sobre este conceito – suas normas de governo, seus mecanismos internos. O resultado é que o que é considerado “normal” não parece mais tão reconfortante.

 

“Normal” é um dos documentários mais premiados do ano e recebeu a Menção Especial Nastro d’Argento 2020 e destaque no Festival de Berlim 2019. Aproveite para acessar o festival 8 ½ Festa do Cinema Italiano e assistir a 20 produções italianas, entre filmes e documentários, nove dos quais, inéditos nos cinemas brasileiros.

 

  • A Bela e a Fera (Romance, Drama, Fantasia) – Um inesperado romance floresce após Bela (Léa Seydoux), a filha mais nova de um comerciante em tempos difíceis se oferecer como pagamento para uma misteriosa fera (Vincent Cassel) para sanar as dívidas de seu pai. Disponível sem custo para assinantes.

 

  • O Grande Debate (Biografia, Drama) – Melvin B. Tolson (Denzel Washington) é professor do Wiley College em uma das cidades mais racistas dos Estados Unido. Inspirado pelo movimento negro que do Harlem em Nova York, ele decide convocar um seleto grupo de jovens para seu time de debates e levá-los ao campeonato nacional, onde eles provarão que o que importa é o coração, não a cor da pele. Disponível sem custo para assinantes.

 

Escrito por